sexta-feira, 11 de maio de 2012

ENIGMAS E ANGÚSTIAS

Há dias que me nutre uma angústia,
Poros adentro, formigando sutilmente
Potência se fazendo pela ausência
De tudo, de nada, de mim mesmo

Ando vagueando como ébrio, vagaroso
Perdido, disforme, no contra-fluxo
Sem arranjo possível, desfazendo-me

Trago desejos, no entanto
De fazer que venha e que se vá
De romper a dor e fazer redemoinhos
Tocando o espaço simplesmente
Abrandar o mar e mandá-lo agitar-se

Não vi o ontem, e já é cedo
Mas nem tanto, que o sol se faz
Tão forte sobre minha inconsciência
O vai e vem, o enigma do monstro
As ondas frenéticas do aço vital
Irretilíneas sobre corpos que se perdem

Crianças e criadas se diluem
O espaço incontrolável de apenas planos
A metamorfose se inicia e se perde
Sem saber qual o seu fim
Vencer o mundo ou por ele ser vencido...
Elói Alves

Do livro Sob um céu cinzento
 
Conheça e adquira os livros do autor:
http://realcomarte.blogspot.com.br/p/as-pilulas-do-santo-cristo-adquiri.html

Leia o primeiro capítulo de As pílulas do Santo Cristo romance de minha autoria, lançado pela Linear B Editora
 http://realcomarte.blogspot.com.br/2012/10/as-pilulas-do-santo-cristo-1-capitulo.html

13 comentários:

  1. UAU!!! QUE LINDO!!!! calou-me agora, fundo, tão profundo que as palavras somem! parabéns meu querido, cada dia mais, sua poesia flui e poeta o torna, daqueles que admiramos sempre e eternamente! beijos

    ResponderExcluir
  2. Grato, Ira, pelas palavras carinhosas e pela gentil leitura, amiga! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eloi
    Muito lindo.
    São os segredos do possível e do passível da alma poética, que desnundam-se em suas palavras..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mutissímo grato, Beth, lindas palavras suas; obrigado pela leitura gentil por seu comentário! bjos, querida!

      Excluir
  4. chamou de triste estes seus versos, porém, sabiamente discertou, a angustia humana, que a todos acomete, seja hoje ou amanhã, próprio do humano! poesia é isto, tocar nas entranhas, traduzindo os sentimentos com os quais aqui e ali nos identificamos. sua leitora e admiradora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito grato, amiga, por sua análises, sempre textual e interpretativa; grato sempre pela leitura, abraço, Ira!

      Excluir
  5. "Lindo Elói,sem comentários! Permita-me apenas apreciar seu belíssimo poema!" Da querida Marilene Ribeiro, pelo facebook, a quem agradeço a gentil leitura.
    ·

    ResponderExcluir
  6. Comentários das queridas amigas Adriana e Monique, pelo facebook:
    Monique Rodrigues "MAIS UMA VEZ ME SURPREENDEU COM SEU POEMA. PROF. ELOI"
    Adriana Rodrigues "LINDO...PARECE QUE FOI FEITO PRA NÓS DUAS NÉ MO..... DERREPENTE ELE CONSEGUE TRANSCREVER O QUE ESTA ACONTENCENDO EM NÓS... NOSSOS SENTIMENTOS.... COMO ESTAMOS...."
    Monique Rodrigues "com certeza"
    Beijos gratos, Adriana e Monique!

    ResponderExcluir
  7. Bom reler este teu poema!! aguçando novos sentimentos...

    ResponderExcluir
  8. Que bom Iraci; muito grato, amiga pela releitura e pelo comentário!

    ResponderExcluir
  9. Hoje é dia do Poeta .Parabéns.Autor de palavras instigantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI, ANA, grande beijo minha preciosa amiga; obrigado sempre por sua apreciação, querida

      Excluir

Postagens populares (letrófilo 2 anos 22/6)