domingo, 24 de junho de 2012

PARA QUE SERVEM AS ESTRELAS...

Hoje meu coração amanheceu batendo mais depressa
Estranhei-o, mas sosseguei; ele anda agora com o tempo
Com o mundo, que não pára nem sossega

Aonde vão assim, insuficientes pernas?
São longas mas nunca dão conta do caminho
Que vontade de chegar sem saber onde...

Minhas pernas estão menores que antigamente
Elas gastam-se, esfarelando pelo caminho
Também não está inteiro meu o coração

O horizonte alonga-se eternamente
Jamais poderei alcançá-lo
É inútil me deixar levar pelo vento

No pico do monte não havia estrela
Para que servem as estrelas-
Pergunto-me sem querer saber...

Elói Alves

2 comentários:

  1. O que está posto em nossa trajetória é o seguir... de que forma e para onde são nossas variáveis. Há dias em que o caminhar é leve e tem vento a nosso favor. Outros, bem mais pesados, como se alojadas em nossos pés houvessem âncoras que por vezes garante-nos segurança e por outras nos prende o caminho.
    Gosto disto amigo, Parabéns!

    ResponderExcluir

Postagens populares (letrófilo 2 anos 22/6)